Tapestry: Las Americas United

Exposição de 4 de mayo a julho de 2017
BANCO do BRASIL AMERICAS APRESENTA A EXPOSIÇÃO TAPESTRY, LAS AMERICAS UNITED
BB Americas Cultural Series continua promovendo a cultura em Orlando,
ao exibir obras de renomados artistas locais


ORLANDO, Fla., April 20, 2017 – O Banco do Brasil Americas celebra a diversidade em sua agência de Orlando com uma exposição de arte exibindo trabalhos de cinco artistas locais. A mostra coletiva intitulada Tapestry, Las Americas United tem curadoria de Patrícia Isabella Byron, com pinturas de Barbara Tiffany, Fabiola Hansen, Joana Emanuelli Sanchez, Mayra Feliú e Patricia Cavazos. As obras em exposição exploram o universo das cores, o senso de arquitetura, a beleza e a natureza.

O vernissage está marcado para o dia 3 de maio (quarta-feira), às 6pm, com uma recepção para convidados VIP, na agência do BB Americas – 5475 International Drive, Orlando FL, 32819. A exposição Tapestry, Las Americas United estará aberta ao público, no mesmo endereço, a partir de 9am do dia 4 de maio (quinta-feira), até julho. A entrada é gratuita.

A iniciativa é parte da BB Americas Cultural Series, um programa que promove a diversidade e apoia artistas locais, ao mesmo tempo em que reinveste em nossas agências e nas regiões onde elas estão. “Nós trouxemos a Cultural Series Orlando para continuar nossa missão cultural de apoiar os artistas e curadores das comunidades locais”, disse Cassio Segura, Presidente e CEO do Banco do Brasil Americas. “Queremos que a comunidade saiba que somos um banco local, com uma visão local e queremos fazer parte do crescimento de Orlando”, acrescentou.

Segundo Segura, a tradição de apoiar artistas locais e promover a diversidade dentro da comunidade faz parte da missão da instituição, que começou há vinte e cinco anos, após a realização da primeira série nos Centros Culturais do Banco do Brasil em Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Hoje, os CCBBs no Brasil servem como polos criativos para pintores, ilustradores e escultores. Mais de 60 milhões de pessoas já visitaram os mais de 3.500 projetos de arte e participaram dos cerca de 12.000 eventos realizados nesses Centros Culturais, desde que a série começou no Brasil.

A curadora Patricia Byron observa que “a vívida contemplação de cada artista remete ao lar, já que os artistas ilustraram as pinturas com suas próprias diásporas culturais e com elementos de sua terra natal. Da América do Sul e da América do Norte até as ilhas do Caribe, cada obra enfatiza os pontos comuns que unem nações e culturas”. Muitos dos artistas são renomados, com carreiras marcadas por importantes participações, conforme pode ser visto a seguir:

Barbara Tiffany - Criada na Flórida Central, Barbara sempre amou a arte e a natureza e soube, desde cedo na vida, que elas seriam uma grande parte do seu futuro. Atualmente ela é a curadora de exposições na Crealdé School of Art e atua como gerente de programação do Departamento de Pintura e Desenho.

Patricia Cavazos - Patricia nasceu em Monterrey, no México, em 1973, e obteve seu diploma em Arquitetura pelo ITESM em 1994. Depois de formada, ela colaborou com projetos residenciais e comerciais na empresa 103 Grupo de Diseño e trabalhou com Luis Elizondo Williams, como especialista em projetos residenciais.

Mayra Feliu - Mayra nasceu na República Dominicana e cresceu em Porto Rico. Ao longo dos anos, ela teve a oportunidade de viajar para vários países, passando uma temporada na Europa.

Joan Emanuelli Sanchez - Joan é um artista de realismo contemporâneo de San Juan, Porto Rico, e que agora reside em Orlando. Seu estilo pessoal diferenciado emana da paixão e emoção, que estão retratadas em inúmeras perspectivas numa variedade de temas em acrílico e óleo.

Fabiola Hansen - Brasileira de São Paulo, Fabíola veio para os Estados Unidos em 1996. Formada em Educação Artística pela UCF, ela cursou muitos programas de arte no Brasil e no Museu de Belas Artes de Boston e teve também a oportunidade de estudar Arte em Florença, na Itália, o berço do Renascimento.

Tapestry: Las Americas United, ficará em exibição no lobby do Banco do Brasil na I-Drive. Os clientes que desejarem comprar peças da coleção devem entrar em contato diretamente com os artistas. O Banco do Brasil Americas dará todo o lucro proveniente de vendas individuais durante a mostra para os artistas. A exposição estará aberta ao público de 4 de maio (quinta-feira) até julho de 2017. Para mais informações sobre o BB Americas e a BB Americas Cultural Series em Orlando, visite o site www.bbamericas.com.

Sobre Tapestry, Las Americas United

Tapestry: Las Americas Unitedé a segunda exposição de arte promovida pelo Banco do Brasil Americas, como parte da BB Americas Cultural Series, com trabalhos artísticos originais de artistas residentes em Orlando. Esta coleção promove a beleza da diversidade dentro da comunidade onde o banco opera. O Banco do Brasil Americas é o primeiro banco na história de Orlando a abrir uma agência no coração do distrito turístico de Orlando. A exposição fica aberta ao público de 4 de maio (quinta-feira) até julho de 2017.

Sobre o Banco do Brasil Americas

O Banco do Brasil é o banco mais antigo do Brasil. Fundado em 1808, o Banco do Brasil está entre os bancos mais fortes do mundo, com mais de US$ 600 bilhões em ativos. O gigante dos serviços financeiros oferece um portfólio completo de serviços bancários, incluindo contas correntes de pessoa física e de empresas, contas poupança e contas de depósito remunerado; CDs; cartões de débito, cartões pré-pagos e cartões de crédito; e transferências de dinheiro (domésticas e internacionais). O Banco do Brasil oferece ainda uma linha completa de financiamentos residenciais e comerciais. Em 2012, o Banco do Brasil Americas expandiu seu alcance global no mercado americano, inaugurando novas agências no sul da Flórida e na Flórida Central. De 2014 a 2016, o Banco do Brasil Americas foi classificado entre os 200 Bancos Mais Saudáveis ​​da América. O Banco do Brasil oferece todos os seus serviços exemplares e padrões de atendimento a clientes de todas as nacionalidades nos EUA e no mundo.

Galeria