Cartão Perdido ou Roubado

Crédito, Caixa Eletrônico e Cartões de Débitos: O que fazer se foram perdidos ou roubados


Relatar sobre o cartão perdido ou roubado o mais breve possível
Contacte os números para relatar sobre cartões perdidos/roubados (disponível 24h, todos os dias)
Cartão de Débito Perdido/Roubado: (800) 262-2024 or (973) 682-2652 (fora dos Estados Unidos)
Cartão de Crédito Perdido/Roubado: (888) 479-8584 or (605) 782-3832 (fora dos Estados Unidos)

 
Limitar sua Perda Financeira
Reportar a perda ou roubo dos seus cartões de crédito e do seu ATM ou cartões de débito para seus fornecedores o mais rápido possível. Muitas empresas têm números para ligações grátis e serviço de 24 horas para cuidar de tais emergências. É uma boa idéia após sua ligação, enviar uma mensagem escrita. Incluindo seu número de conta e o horário e data que notou a falta do seu cartão, como também os dados que relatou a perda.
 
Perda do Cartão de Crédito ou Cobranças Fraudulentas
Segundo a lei federal para utilização não autorizada do seu cartão de crédito é de $50. Se você reportar a perda antes do seu cartão de crédito for utilizado, o fornecedor do cartão não pode responsabilizá-lo por qualquer cobrança não utilizada. Se o ladrão usar seu cartão antes de você reportar a perda, o máximo que você pagará por cobranças não autorizadas é $50 por cartão. Também, se a perda envolver seu número de cartão de crédito, mas não o cartão em si, você não tem qualquer responsabilidade por uso não autorizado.

Sempre verifique seu extrato das contas cuidadosamente. Se mostrarem alguma cobrança não autorizada, o melhor é enviar uma notificação para a bandeira do cartão descrevendo cada cobrança questionável. Relate quando seu cartão foi perdido ou roubado, ou quando você notou as primeiras cobranças não autorizadas, e quando você já reportou este problema pela primeira vez. Certifique-se de enviar uma notificação para o endereço provido para erros de cobrança. Não envie a correspondência com o pagamento ou para o endereço onde você manda seus pagamentos a menos que seja orientado para fazer.
 
Caixa Eletrônico ou Perda de Cartão de Débito ou Transferências Fraudulentas (EFTA)
Sua responsabilidade, sob lei federal para uso não autorizado do seu ATM ou cartão de débito, depende de você reportar a perda o mais rápido possível. Se você reportar um ATM ou cartão de débito perdido antes de ser usado sem sua permissão, o fornecedor do cartão não poderá responsabilizá-lo por qualquer transferência não autorizada. Se o uso não autorizado ocorrer antes de você relatar, sua responsabilidade sob lei federal depende da rapidez que você reportar a perda.

Se as transferências não autorizadas aparecerem no seu extrato, reportar o mais rápido possível. Uma vez reportado a perda do seu ATM ou cartão de débito, você não pode ser responsável por transferências adicionais não autorizadas que possam ocorrer depois disso.

Por exemplo, se você reporter a perda com dois dias úteis depois de percerber a falta do cartão, você não será responsável por mais do que $50 por uso não autorizado. No entanto, se você não reportar uma transferência não autorizada em dois dias úteis, você pode ser responsável até $500. Você também corre o risco de perda ilimitada se você falhar em reportar uma transferência não autorizada em 60 dias da data do extrato do banco contendo o uso não autorizado. Isto significa que você pode perder todo o dinheiro d sua conta bancária e a porção não usada das suas linhas de crédito estabelecidas para o cheque especial. Para transferências não utilizadas envolvendo somente seu número de cartão de débito (não a perda do cartão), você será responsável somente pelas transferências que ocorrerem antes de você avisar a perda e depois de 60 dias seguidos quando receber o extrato do banco contendo o uso não autorizado.
 
Proteção dos seus cartões
As melhores proteções contra a fraude de cartão é sempre saber onde seus cartões estão todo o tempo e manter em local seguro. Para proteger os cartões ATM e de débito que possuem o (PIN) Número de Identificação Pessoal, mantenha seu PIN um segredo. Não use seu endereço. Data de nascimento, ou telefone ou número do seu Seguro Social como SENHA. Memorize o número.

As seguintes sugestões podem ajudar a proteger seus cartões de crédito, Caixas Eletrônico ou de débito.

Para Cartões de Crédito, Caixa Eletrônico ou de Débito

Tome cuidado ao informar seu número de conta bancária no telefone, exceção se estiver lidando com uma empresa de boa reputação.
Nunca escreva seu número de conta bancária do lado de fora de um envelope ou em um cartão postal.
Coloque uma linha nos espaços vazios em cobranças ou débitos para que a quantia total não possa ser alterada.
Não assine uma cobrança ou débito em branco.
Rasgue as cópias do carbon e guarde seus recibos para verificar com o extrato mensal
Rasgue cartões antigos, corte o número da conta bancária antes de colocar no lixo.
Abra seus extratos mensais e compare com seus recibos. Reportar qualquer tipo de erro ou discrepância logo que for possível no endereço que conste no extrato. O fornecedor do cartão deve investigar os erros reportados em 60 dias da data que extrato foi enviado.
Mantenha seus relatórios, em um lugar seguro separado dos seus cartões, do número da sua conta bancária, datas de validades, e os números de telefones de cada cartão para que possa reportar uma perda rapidamente.
Leve com você somente os cartões que você sabe que irá usar com antecedência.
Cuidadosamente verifique as transações do cartão Caixa Eletrônico ou de débito antes de colocar sua SENHA ou antes de assinar o recibo por que os fundos podem ser transferidos rapidamente da sua conta bancária.
Periodicamente verifique suas atividades na sua conta bancária. É importante se caso use o banco online. Compare seu saldo atual e saques recentes ou transferências agendadas, incluindo seu cartão Caixa Eletrônico e de débito com os saques e compras e seus cheques mais recentes. Se notar transações que você não realizou, ou se seu saldo ficou baixo de repente sem atividades feitas por você, imediatamente reporte o problema para seu fornecedor. Alguém deve ter captado seus dados para cometer uma fraude.